Torneio de Verão 2008 - Scott é campeã no masculino e feminino
Rogelin desbanca favoritos e fica com o título. Débora Gerhard é campeã por apenas um ponto

 


Rogelin vibra com a conquista

Por Daniel Balsa

O foco da última etapa do Torneio de Verão 2008 estava voltado Bruno Tabanez (São Lucas/Americana) e Nilceu Santos (Scott/São José dos Campos), separados por apenas um ponto na classificação geral. O circuito montado na Av. Portuária, em Santos, trazia boas lembranças para Tabanez, pois foi lá que ele conquistou a Copa Hilário Diegues no início deste ano.

Os dois favoritos ao título ficaram se marcando durante a prova, o que favoreceu o experiente Daniel Rogelin (Scott/São José dos Campos). O catarinense, que corria por fora, saiu em uma escapada com mais 30 ciclistas e partiu em busca do campeonato.

Distantes da fuga, Nilceu e Bruno não marcariam pontos e Rogelin precisava de um segundo lugar para ficar o troféu. No sprint final, ele só foi superado por Fabiano Mota (Team Vale/Pindamonhangaba) e comemorou seu primeiro campeonato do Torneio de Verão, após três vices.

“Esse torneio é muito tático e técnico. Não queria encerrar a minha carreira sem ser campeão aqui. Fui duas vezes vice pela Memorial e outra pela Caloi. Precisava ganhar. Corri como se fosse a última prova da minha vida. Essa conquista representa uma realização pessoal e profissional para a minha equipe, que me ajudou muito, trabalhou demais e confiou no meu potencial”, disse Rogelin, de 35 anos.

“Tenho de agradecer a algumas pessoas que me ajudaram, como o Cláudio Diegues, da Memorial, o Ercílio, do Avaí, o José Carlos, da Vzan, o Bruno Caloi, o Carlinhos, meu atual técnico, e claro, à minha equipe”, completou.

A Scott/São José dos Campos não comemorou apenas o título no masculino, mas também no feminino. Débora Gerhard chegou ao bicampeonato da disputa alcançando um segundo lugar na etapa, vencida por Natalia Lima (Sundown/São Caetano), vice-campeã.

Débora ainda contou com a sorte de Sumaia Ribeiro (Flying Horse/Suzano), então líder da competição, ter um pneu furado. Após o ocorrido com a ciclista, as postulantes ao título abriram uma fuga, tirando as chances de Sumaia conquistar o título.

“Esse é um torneio muito importante e é bom começar o ano com um título.”, disse Débora, que terminou o campeonato com 44 pontos, contra 43 de Natália.

CLASSIFICAÇÃO FINAL – após 5 etapas (masculino):

1- Daniel Rogelin (Scott/Marcondes César/Fadenp/S. J. dos Campos), 39
2- Bruno Tabanez (UAC/São Lucas Saúde/Americana), 38
3- Nilceu Santos (Scott/Marcondes César/Fadenp/S. J. dos Campos), 37
4- Roberto Pinheiro (Team Vale/O Lojão/Sundown/Pindamonhangaba), 31
5- Fabiano Mota (Team Vale/O Lojão/Sundown/Pindamonhangaba), 26
6- Raphael Serpa (Team Vale/O Lojão/Sundown/Pindamonhangaba), 22
7- Fabiele Mota (Sales Supermercados/Belo Horizonte), 21
8- Robson Dias (Memorial/Vzan/Giant/Nossa Caixa/Santos), 21
9- Rodrigo de Melo (Kenda/Nossa Caixa/DKS/Ribeirão Preto), 14
10- Michel Fernandes (Kenda/Nossa Caixa/DKS/Ribeirão Preto), 9

CLASSIFICAÇÃO FINAL – após 5 etapas (feminino):

1- Débora Gerhard (Scott/Marcondes César/Fadenp/S. J. dos Campos), 44
2- Natália Lima (Cesc/Sundown/Nossa Caixa/São Caetano), 43
3- Sumaia Ribeiro (Flying Horse/Caloi/Suzano), 40
4- Valquíria Pardial (A Tribuna/Unilus/Specialized), 32
5- Mychelle Mont Serrat (Memorial/Vzan/Giant/Nossa Caixa/Santos), 32
6- Maira de Moraes (Sundown/Nossa Caixa/São Bernardo), 17
7- Jaqueline Mendonça (Storm/Araraquara/A.D. Anésio Argenton), 14
8- Roberta Stopa (A Tribuna/Unilus/Specialized), 13
9- Luciene da Silva (Scott/Marcondes César/Fadenp/S. J. dos Campos), 10
10- Sonia Dorigo (Memorial/Vzan/Giant/Nossa Caixa/Santos), 9



Fonte: Prólogo

 

Voltar